top of page

Meeting New Friends and Cultures

No presente ano letivo, alguns alunos das turmas A e B do sétimo ano e C e D do décimo ano (ensino profissional) desenvolvem o projeto eTwinning “Meeting New Friends and Cultures”. Nesta iniciativa estão envolvidos cerca de trezentos alunos, dez professores, nove escolas e sete Países Europeus, a saber: Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Polónia, Croácia e Lituânia.


Na era das tecnologias, este projeto consiste essencialmente numa troca de correspondência (penpal), com a finalidade de proceder à recuperação da tradição de escrever cartas à mão. Toda a gestão e desenvolvimento do projeto serão feitos através da plataforma eTwinning.

Pretendemos que os nossos alunos comuniquem com outros jovens da sua idade, de outros países, enquanto descobrem novas culturas.

O objetivo principal do projeto seria mostrar aos nossos alunos que o inglês é uma ótima ferramenta para comunicar com estrangeiros que não falam nossa língua nativa.

O ano letivo será dedicado a fazer novos os amigos, por correspondência, trocando cartas e cartões feitos à mão nomeadamente celebrando ocasiões especiais como o Natal, tendo sempre em conta a perspetiva intercultural.

Será também dado foco à competência da oralidade, na medida em que serão organizados momentos online nos quais os alunos e professores poderão partilhar experiências de viva voz.

No âmbito linguístico (adequado à competência linguística do aluno), este projeto permitirá aos alunos envolvidos dar e pedir informações pessoais (nome, idade, localidade, família, amigos, etc.), uso do presente simples como uma ferramenta para falar sobre a rotina diária, do presente contínuo para descrever a situação atual ou atividades temporárias, falando sobre competências, gostos e passatempos, contando sobre as experiências e realizações presentes (presente perfeito), descrevendo os eventos passados ​​(passado simples, passado contínuo), compartilhando informações sobre as previsões futuras, planos e intenções (futuro simples).

Devido à diferença de idade de nossos alunos e sua competência linguística, eles usarão as estruturas mencionadas acima com menos ou mais limitações.

Pretende-se também que os alunos possam desenvolver um sentido de pertença à Europa, abrindo caminho a novas oportunidades de futuro.


bottom of page